Curiosidades

Os artigos mais roubados dos hotéis. Já levaste algum?

Roubar é crime mas nos hotéis parece que não. 76% dos portugueses admite já ter levado uma ‘lembrança’ de um hotel. E não! Os sabonetes, as toucas de banho e os pequenos cartões de boas-vindas não são os únicos a serem surripiados.

Um estudo realizado pelo Jetcost, um site dedicado a viagens, listou os objetos mais ‘roubados’ pelos turistas, onde os resultados permitem chegar à conclusão que constitui um hábito global: muitos afirmam que se trata de um ato “sem importância”, cometido sem peso na consciência, justificando-se com a capacidade do hotel de substituir o que era subtraído, considerando ser apenas uma forma de fazer render o que pagaram.

Ao contrário dos portugueses, 86% dos dinamarqueses inquiridos afirmam nunca ter pegado em nenhum objeto do seu quarto de hotel. Já os argentinos são os maiores prevaricadores, seguidos dos singapurenses, os alemães e os espanhóis.

O comando da televisão, apesar de não ter utilidade fora do quarto, e o minibar são também alvo de tentação: muitos clientes, no momento do check-out, não declaram as bebidas. Não é incomum que algum cliente consuma uma garrafa de genebra ou vodka e a encha de água. Ou faça o mesmo com as de whisky e conhaque, substituindo o conteúdo por chá ou outro líquido amarelado.

Eis os objetos mais roubados nos hotéis:

  1. Amenities da casa de banho (incluindo por vezes a bandeja e o cesto onde estão);
  2. Toalhas, principalmente as maiores;
  3. Lâmpadas, pilhas dos comandos;
  4. Objetos de papelaria, esferográficas, cadernos, revistas…;
  5. Flores e frutas, incluindo as jarras ou cestos;
  6. Garrafas de bebidas do minibar;
  7. Peças de cerâmica, talheres e copos;
  8. Enchimentos de almofadas e edredons;
  9. Toalheiros, secadores de cabelo, espelhos;
  10. Aparelhos elétricos, ferros de passar, relógios, castiçais, DVDs.
Post anterior

O tabaco destrói a tua beleza!

Próximo post

Passagem de Ano no Algarve

Sara Rodrigues

Sara Rodrigues

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *