O passado 12 de maio ficou marcado, no mundo da tecnologia, pelo vírus que invadiu várias empresas a nível internacional, tais como a Portugal Telecom e a EDP.

WannaCry, nome do ransomware que afetou inúmeras máquinas, não abranda, a verdade é que já existem diferentes versões deste perigoso vírus e mais de 150 países já foram afetados.

Este ransomware usa a fragilidade do sistema operativo Windows e a sua forma de propagação são as mensagens de correio com anexos que quando abertos infetam o computador, depois disso o vírus cifra os documentos guardados no disco rígido e passa a cobrar dinheiro para o desbloquear, caso o pagamento não seja efetuado, o valor vai aumentando. O valor inicial é de 300$ em Bitcoins (moeda virtual que pode ser convertida em moeda real, sem qualquer poder por parte dos governos).

Se o pagamento for realizado, o WannaCry procura novas formas de se propagar por computadores alheios.

Por isso convém te prevenires contra estes malignos ataques, e podes fazê-lo da seguinte forma:

  1. Evitar clicar em links não identificados e não realizar downloads suspeitos;
  2. Fazer regularmente o backup de arquivos importantes;
  3. Manter o sistema de aplicativos atualizados;
  4. Instalar o motor Anti-Ransomware no teu computador (opcional).
Post anterior

"Sushi perigoso (?)"

Próximo post

Estudo liderado por investigadores portugueses revê teoria corrente sobre locomoção dos vertebrados

Luísa Fidalgo

Luísa Fidalgo

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *