Curiosidades

“Hoje levo eu o ar acondicionado”

Os dias começam a ficar muito quentes e, até agora, provavelmente, as únicas maneiras de refrescar o ar (quer no trabalho, quer em casa) são ou o ar condicionado instalado, ou então recorrendo à clássica (e sempre útil) ventoinha. Será?

A juntar a estas soluções tem disponível o Evapolar, um (mini) ar condicionado pessoal.

Trata-se de um equipamento desenvolvido por uma empresa russa que não só é amigo do ambiente, mas também é portátil, fácil de usar, conta com um baixo consumo de energia elétrica (até 10 watts) e não requer gastos de instalação. A manutenção é simples e apenas deve ser realizada uma vez por ano, de oito em oito meses, sendo necessária a substituição do cartucho de evaporação.

Com nanofibras de basalto, existe uma evaporação da água quando este condicionador de ar é ligado, o que arrefece a área em redor até aos 17 graus. Perante um reservatório lateral de água cheio, o funcionamento consegue prolongar-se até às oito horas.

Com o esvaziamento do recipiente, o Evapolar transforma-se num ventilador comum. Além de ar condicionado, funciona também como um purificador de ar e de um humidificador.

Outra vantagem deste condicionador de ar é a leveza: com uma forma de caixa quadrada pesa 1.6 quilos e mede 16 centímetros.

No entanto, embora reúna tantas qualidades, este condicionador de ar tem uma potência inferior à concorrência tradicional.

Com um custo de 160 euros por unidade, o Evapolar deverá estar disponível para venda a partir do mês de Junho.

Post anterior

Acne

Próximo post

Inibição do 'stress' nas células pode reduzir risco de doenças como esclerose múltipla

Sara Rodrigues

Sara Rodrigues

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *