Curiosidades

Beijinho debaixo do Azevinho

Estamos no Natal!

Esta é a época favorita de muitos, pois quem é capaz de resistir aos doces, aos presentes, as luzes e enfeites, aos momentos divertidos com as pessoas que mais gostamos… e as tradições?

O azevinho é uma planta muito natalícia e até romântica, pois em alguns países é costume que as pessoas se beijem debaixo dela mas pode não ser uma planta assim tão romântica. É uma planta parasita que absorve toda a água e nutrientes, prejudicando a restante flora à sua volta. E pode ser até perigosa pois, além dos picos que têm as folhas, as suas bagas são tóxicas para o ser humano e para os nossos animais domésticos. Provocam vómitos e dores de estômago se forem ingeridas.Por isso já sabes por muito apetitosas que aparentam as bagas não as comas!

O arbusto do azevinho tem um crescimento lento existente por toda a Europa durante o inverno. Mas devido ao seu enorme simbolismo tradicional no Natal,o corte indiscriminado de azevinho trasformou-o numa espécie em vias de extinção, e em muitos países se criou uma lei de proteção. Em Portugal, também existe um decreto-lei que proíbe totalmente o corte em Azevinheiros.

A incorporação do azevinho na quadra natalícia pode ter-se desenvolvido durante a Antiguidade Clássica, uma vez que o Natal adotou tradições das festas de inverno de outras culturas. Nesta época é muito utilizada nas decorações natalícias, simbolizando amor e esperança. Também é colocada nas portas das casas, por exemplo o guirlanda, como sinal de proteção.

Mas afinal de onde nasceu a tradição do beijo debaixo do azevinho? Não é que por cá tenhamos a tradição, mas por força dos livros, da televisão, dos filmes e séries e da Internet, a tradição do beijo romântico não é muito conhecida aqui no nosso país, no entanto no Reino Unido e nos Estados Unidos é muito popular.

Assim conta a tradição que, quando duas pessoas se encontram debaixo do ramo de azevinho, devem beijar-se e não pode recusar ser beijado. Para um casal, beijar debaixo do ramo simboliza uma promessa de amor ou de casamento assim como uma premonição de felicidade e longa vida. Existe uma outra explicação que diz mais respeito aos solteiros, afirma que têm o privilégio de beijar quem se colocar debaixo do azevinho tantas vezes quantas as bagas que forem sendo retiradas. Quando se acabarem as bagas, acabaram-se os beijinhos.

Por isso, não deixes passar esta oportunidade e faz perdurar o teu amor, nesta época do ano tão especial!

 

 

Post anterior

"Monchique Serra Natal"

Próximo post

Malala, a jovem que lutou pelos direitos das Mulheres

Catarina Lopes

Catarina Lopes

Editora da secção Curiosidades

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *