Escola

Igualdade de géneros leva a debate entre alunos

Foi na passada segunda feira que, por volta das 10h30, se deu início a um debate cujo tema era ‘Igualdade de Géneros’ e que reuniu centenas de jovens da nossa escola. Eram tantos que à última da hora o espaço teve de ser alterado do auditório para o polivalente, para que coubessem todos os alunos interessados.

Na plateia podíamos observar tanto raparigas como rapazes, o que mostra que afinal, a igualdade entre géneros já não é algo que apenas interessa à classe feminina.

O debate foi introduzido pelo diretor regional do IPDJ, Custódio Moreno, que prometeu ser breve e afirmou também que deveriam ser os alunos a falar e participar. Passou a palavra ao deputado Paulo Sá, o grande convidado do dia.

Os alunos seguiram as palavras de Custódio Moreno e durante duas horas, foi possível presenciar várias trocas de opiniões, por vezes mais acaloradas e até mesmo vaiadas.

Começou-se por falar dos direitos de parentalidade, com a participação da Rita, que detinha a opinião de que tanto o pai como a mãe de uma criança deviam ter os mesmos direitos, mas viu a sua ideia debatida por outras colegas que achavam que a mãe deveria continuar com os privilégios que lhe são concedidos nos dias de hoje. Abordou-se também a possibilidade, por parte do Tiago, de um caso de pai solteiro. As ideias foram discutidas e debatidas por algum tempo e, foi sem dúvida, um dos temas que mais atraiu a atenção do público.

A violência no namoro, o assédio no trabalho, a diferença salarial entre mulheres que têm as mesmas qualificações que um homem e ainda assim recebem um salário inferior, a masculinidade presente no desporto, na política e até na própria escola e o papel das forças de segurança policiais nos casos de violência doméstica foram alguns temas que foi possível discutir ao longo de duas horas.

Os alunos bem queriam mais, visto que com apenas cinco minutos para o fim do debate fazia-se fila para falar ao microfone. Mas foi assim que se terminou o debate, com muitos temas para debater e outros tantos para se conversar. Ficamos à espera de outra iniciativa como esta, que permita aos alunos exprimirem-se e mostrarem que afinal de contas sempre percebem alguma coisa de política.

Esta iniciativa é conduzida pelo projeto “Parlamento dos Jovens”, mais informações em http://www.jovens.parlamento.pt/

Post anterior

A primeira imagem do palco do Festival Eurovisão 2018

Próximo post

Canva uma ferramenta destinada ao design gráfico

Ângela Baltazar

Ângela Baltazar

Editora da secção Escola

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *