17 Jan 2017

Ruína do Potencial

A cada página vejo cada vez mais o efeito da máquina, vejo a chegada dos sinais de que se perdem, de que não vêem mais do que a podridão típica dos media: cores, roupas, luzes, ação, exaltação da histeria, interesses das celebridades, em vez de cultura, as novidades! E queixam-se

João Palma 0
03 Jan 2017

Estranhamente Organizado

Londres flutua no Pacífico enquanto Paris paira pelas nuvens asiáticas, Nova Iorque no Índico causa o pânico, Lisboa, menina e moça, resfriada no Ártico. Nesse mundo de confusões habita uma mente, uma mente que observa mais do que o normal e nessa desordem procura algo, procura aquilo que atormenta a

João Palma 0
20 Dez 2016

Feliz Saturnália

Todos os anos se celebra um festival pagão que infelizmente se tornou um símbolo cristão. Mas agora nem pertence a essa gente, tornou-se na representação da união e fraternidade e agora nem isso é, não é de união, não é de fé. Finge-se que existe alguma simpatia por num dia

João Palma 0
06 Dez 2016

Morte Intemporal

Sinto a dormência do dia que nasce, dormente porque quero não me preocupar, pois o mundo é demasiado e não sou Deus para o salvar, não sou Deus para limpar o sangue derramado e olho com dúvidas, devo continuar? E nessa dúvida acabo a sentir a melancolia e a eterna

João Palma 0
25 Nov 2016

Sangue Teatral

A morte, a tristeza, a solidão. O sentimento que mata mas que não merece perdão, e sinto agora a lata rasgada que me corta os pulsos e rasga o coração. E o coração que já não bombeia, não mais vive, não mais sente. E esta vida, esta epopeia! Sinto o

João Palma 0
08 Nov 2016

Elitismo

Nada sou senão um elitista sem fim, sou tão elitista que divido partes de mim e na moral preciso de um esteticista. Rio… Elitista? Não! Aquilo que me dizem é que a partir do coração digo o que a outros falta coragem. Esta Filosofia que obrigam a seguir como cordeiros

João Palma 0
04 Out 2016

Diálogo da Futilidade

Pinto: Incomoda-me o olhar que paira sobre mim e me queima. Como fogo a um papel cheio de sátira. Todos os dias anseio a badalada, que a seguir à segunda, é a décima e repouso com uma faca no meu peito apunhalada. Gomes: Não achas tu que o que sentes

João Palma 0
24 Jun 2016

7 Pecados do Ensino: Orgulho

Orgulho das nossas conquistas por muito insignificantes que possam ser, deve ser instaurado na nossa mente, pois a exaltação de alguém só a leva a maiores feitos que nem Deus pode alcançar. Se os Humanos mais orgulho tivessem por cada ação sua, estaria finalmente a ideia absurda de Deus extinta

João Palma 0
13 Jun 2016

7 Pecados do Ensino: Originalidade

Que melhor forma deve haver para ameaçar o ensino do que a originalidade de um diferente ser? Alguém imprevisível que não pode ser controlado pelo sistema, a liberdade e diferença de pensamento, que não obedece a nenhuma padronização. Sofre então a terrível maldição da ostracização. A originalidade deveria superar todos

João Palma 0
07 Jun 2016

7 Pecados do Ensino: Sentimentos

Quem sente e ri, chora e vive e morre, tem uma vida completa, alguém com desejos, alguém com virtudes e também defeitos é o ser humano típico também o ser humano ideal, alguém que pode realmente dizer que está completamente vivo. Ou seja, inútil para o sistema. Querem criar máquinas

João Palma 0