18 Jun 2015

Sistema Isolado

Como sinto falta de ser criança, à espera de que mudasse o mundo, que este não caísse num buraco fundo, nessa altura ainda tinha esperança. E de que sonhamos agora? Mudar o mundo tentamos, com nada nos contentamos, Esperamos pela nossa hora. O tempo vai chegar, de passar de rastejar

João Palma 0
03 Abr 2015

Sonho de Liberdade

Ser livre, que é isso? Aparenta nada ser, rugido vindo de um feitiço, acredito solução não ter. Gostamos de viver sem lhe dar sumiço, orientamos tudo pelo que vamos viver, zelando pelo nosso ser irritadiço, acreditando que livres somos sendo que privados vivemos. Mas não seremos como lobos? Uivando à

João Palma 0
13 Mar 2015

Visões

As cores desvanecem-se pelo quarto e eu penso que neste vazio a memória é a minha companheira. Esta leva-me pelos caminhos que já percorri onde descobri as pontes caídas suportadas por folhas rasgadas. Ergui-me e reconstrui os meus pesadelos com palavras e não desisti da minha utopia Tal como as

0
10 Mar 2015

A Fénix

Ergueu-se das chamas, que em chão impuro ardiam, um trilho sem fim cobriam. Abria as suas asas majestosas. O seu voo, esplendoroso, o céu tornava vermelho do fogo, tão novo, tão velho. Para cima olhava invejoso. Observava a enorme liberdade de voar, como uma ave, bela. No topo era uma

João Palma 0
11 Fev 2015

Lunae, cum omni dilectione mea

Eu sei mais que o tempo   Sempre que penso em ti, Lembro-me daquela rua de Outono E aquele rapaz apático Que me atribuíste   Agora sou Como nunca fui E, por isso, a Luz magoa-me mas Traz-me conforto   Quando te vejo sorrir E ao teu encontro vou, E

Duarte Nery 0
20 Jan 2015

Je Suis Charlie

Um tiro, várias quedas novos anjos são criados, foram guerreiros sem armas foram corajosos protectores. Atrocidades sem escrúpulos, cobardes bárbaros, quem são estes, que lavagens cerebrais sofreram? Não é religião, não é fé, é pura violência, na sua mais fria forma. Liberdade, Fraternidade e Igualdade, neste momento, é o que

João Palma 0
30 Dez 2014

Piódão

A infindável crueldade da serra, Cortada por esta pacata aldeia, É notável. Desde sempre que o xisto cá perdura.   Que mau conjunto que somos! Criámos esta humanização terrível!   Vejo a paisagem e peço que me a tragam ao quarto. Passei horas magníficas sem quebrar a minha visão da

Duarte Nery 0
22 Dez 2014

É Natal!

É Natal, é Natal! Mas será o Natal que estamos a festejar? A união familiar que nos faz sorrir, ou a ganância dos presentes que receber sonhamos? Será que perdemos a verdadeira razão pela qual, neste dia, estranho hábito tínhamos, de à mesa nos sentar apenas com a família para

João Palma 0
24 Nov 2014

A tua mãe gosta de pêssegos

Concluí Depois de muito refletir, Que o homem vulgar não pensa na vida. O homem vive servo de si mesmo. Nasce, trabalha e morre. Não tem elegância de poeta Depois, pede ao presente o passado de volta. Estou num dos dias que me pesa. Todos os movimentos da sensibilidade, Se

Duarte Nery 0
21 Nov 2014

Regressados

Regressados (ou Resurrection em inglês). Para quem não conhece a famosa série da Fox, o livro é, sem dúvida, bestial. Imaginem se um dia, ou num momento, os mortos regressassem não como “zombies”, (como estamos habituados) mas como partiram, ou seja, como seres humanos normais. Este livro relata todas as

João Palma 0